10 de jun de 2013


Olá pessoal!



Vamos falar de tudo um pouco desta vez. 

___________________________________________________________________




  • TRADICIONAL QUERMESSE:
     Nos dias 15 e 16, 22 e 23, 29 e 30 de Junho, a partir das 19:00 horas,  acontecerá a nossa Tradicional Quermesse!
     Teremos: fogazza, lanche de pernil, vinho quente e quentão, doces e bolos, bebidas e o nosso Bingo Beneficente!
     Contamos com a presença e colaboração de todos, pois a finalidade é para darmos continuidade a construção da infraestrutura e reforma da paróquia.
    
  • CHÁ & BINGO BENEFICENTE
        Este evento, a partir deste ano, acontecerá em nossa paróquia e nas novas instalações!
           Será dia 14 de Agosto (quarta-feira) a partir das 13:30 horas. Convites a R$ 10,00. Prestigiem!

_______________________________________


VIGILIA  E  PENTECOSTES


Era para os judeus uma festa de grande alegria, pois era a festa das colheitas. Ação de graças pela colheita do trigo. Vinha gente de toda a parte: judeus saudosos que voltavam a Jerusalém, trazendo também pagãos amigos e prosélitos. Eram oferecidas as primícias das colheitas no templo. Era também chamada festa das sete semanas por ser celebrada sete semanas depois da festa da páscoa, no qüinquagésimo dia. Daí o nome Pentecostes, que significa "qüinquagésimo dia". 

No primeiro pentecostes, depois da morte de Jesus, cinqüenta dias depois da páscoa, o Espírito Santo desceu sobre a comunidade cristã de Jerusalém na forma de línguas de fogo; todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas (At 2,1-4). As primícias da colheita aconteceram naquele dia, pois foram muitos os que se converteram e foram recolhidos para o Reino.

Quem é o Espírito Santo? 

O prometido por Jesus: "...ordenou-lhes que não se afastassem de Jerusalém, mas que esperassem a realização da promessa do Pai a qual, disse Ele, ouvistes da minha boca: João batizou com água; vós, porém, sereis batizados com o Espírito Santo dentro de poucos dias" (At 1,4-5).

Espírito que procede do Pai e do Filho: "quando vier o Paráclito, que vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da Verdade que vem do Pai, ele dará testemunho de mim e vós também dareis testemunho..." (Jo 15 26-27). O Espírito Santo é Deus com o Pai e com o Filho. Sua presença traz consigo o Filho e o Pai. Por Ele somos filhos no Filho e estamos em comunhão com o Pai.


Em nossa paróquia, na sexta-feira(17/05) realizou-se a Vigília de Pentecostes, com música para interiorização, meditação de textos bíblicos e no final adoração e benção do Santíssimo...Tudo em preparação ao Pentecostes (19/05).






















Velas representando os
dons do Espírito Santo




























































____________________________________________________________________


"COROAÇÃO DE NOSSA SENHORA"


O mês de Maio é popularmente conhecido, no ambiente cristão, como o «mês de Maria». Esta prática devocional remonta ao século XVI, mas é, sobretudo, a partir do século XVIII que ela mais se desenvolve. Trata-se de uma devoção mariana, sem grande relação, em si mesma, com a Liturgia dos mistérios cristãos, desenvolvida no mundo ocidental. Na prática cristã oriental, também existem meses marianos, mas mais enquadrados na própria Liturgia. Recordemos, a título de exemplo, o mês de Agosto, no rito bizantino, todo ele à volta da solenidade da Assunção de Maria; recordemos ainda o «mês mariano» do rito copta, que abrange todo o período natalício. 

Não importa, neste contexto, fazer grandes digressões sobre esta matéria. Temos um mês, dedicado, popularmente, a Maria. Importa valorizá-lo como prática devocional, enriquecendo-o com elementos bíblicos e litúrgicos e enquadrando-o no tempo pascal em que ele se situa. 

3 – O mês de Maio e a devoção do Rosário 

Na devoção a Nossa Senhora praticada durante o Mês de Maria, teve sempre grande incremento, entre nós, a recitação do Terço. Mas, depois das Aparições da Virgem do Rosário, em Fátima, esta devoção, que já era praticada nas comunidades paroquiais e, sobretudo, nas famílias, recebeu um grande incremento na prática devocional. Infelizmente, nos últimos tempos, tem andado muito esquecida e foi abandonada, no todo, ou em parte, por muitos cristãos, famílias e comunidades. 

O Papa João Paulo II veio dar um novo impulso a esta prática de devoção mariana, ao instituir o Ano do Rosário e ao fornecer-nos preciosos elementos para a sua valorização bíblica, teológica, espiritual, comunitária e familiar. 












Oferta de rosas para Nossa Senhora































Momento da Coroação









_________________________________________________________________

"CORPUS CHRISTI"



A celebração teve origem em 1243, em Liège, na Bélgica, no século XIII, quando a freira Juliana de Cornion teria tido visões de Cristo demonstrando-lhe desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque.

Em 1264, o Papa Urbano IV através da Bula Papal “Trasnsiturus de hoc mundo”, estendeu a festa para toda a Igreja, pedindo a São Tomás de Aquino que preparasse as leituras e textos litúrgicos que, até hoje, são usados durante a celebração. Compôs o hino “Lauda Sion Salvatorem” (Louva, ó Sião, o Salvador), ainda hoje usado e cantado nas liturgias do dia pelos mais de 400 mil sacerdotes nos cinco continentes.

A procissão com a Hóstia consagrada conduzida em um ostensório é datada de 1274. Foi na época barroca, contudo, que ela se tornou um grande cortejo de ação de graças.

No Brasil

No Brasil, a festa passou a integrar o calendário religioso de Brasília, em 1961, quando uma pequena procissão saiu da Igreja de madeira de Santo Antônio e seguiu até a Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima. A tradição de enfeitar as ruas surgiu em Ouro Preto, cidade histórica do interior de Minas Gerais.

A celebração de Corpus Christi consta de uma missa, procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento.

A procissão lembra a caminhada do povo de Deus, que é peregrino, em busca da Terra Prometida. No Antigo Testamento esse povo foi alimentado com maná, no deserto. Hoje, ele é alimentado com o próprio Corpo de Cristo.

Durante a Missa o celebrante consagra duas hóstias: uma é consumida e a outra, apresentada aos fiéis para adoração. Essa hóstia permanece no meio da comunidade, como sinal da presença de Cristo vivo no coração de sua Igreja.








































Em procissão com o Santíssimo pelas ruas
________________________________________________________________________

"ETAPAS DA CONSTRUÇÃO DA INFRAESTRUTURA"




Garagem 



confecção da calçada




Escada que dá acesso a cozinha



Escada ao lado da rampa
que dá acesso ao salão


















Entrega dos pisos e revestimentos


Padre conferindo tudo!




Adicionar legenda
Pedra - balcão da cozinha
Banheiro com revestimento








___________________________________________________________________________

SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS - 07/06



Jesus é o Pastor que nos conduz por caminhos seguros e vai 

atrás de quem se transviou . O coração de Jesus sempre se 

voltou para o cuidado e o amor sem medidas para com a 

humanidade. Por Ele, Deus demonstrou seu imenso amor 

para conosco.


Imaculado Coração de Maria - 08/06


Maria é a mulher que guarda no coração as palavras do Senhor. 

É a morada do Espírito Santo, sede de sabedoria, imagem e modelo da 

Igreja que escuta e testemunha o Senhor. Ela participa do mistério da 

encarnação como fiel discípula e modelo de  discipulado.


SANTO ANTONIO – 13/06


   Antonio trocou o conforto da família por uma vida austera. Dedicou-se com esmero ao estudo, tornando-se um dos maiores pregadores da Igreja. Por problemas de saúde abandonou as missões e foi acolhido em Pádua (Itália), onde viveu seus últimos anos. É santo de grande devoção popular.


NASCIMENTO DE JOÃO BATISTA – 24/06


                        João é filho de Zacarias, mudo, e de Isabel, estéril. Seu nascimento anuncia a chegada dos tempos messiânicos, quando a esterilidade se torna fecundidade e a mudez, exuberância profética.  João vai acolher Jesus e se tornar o primeiro anunciador do Cordeiro que tira os pecados do mundo.


SÃO PEDRO E SÃO PAULO – 30/06


Eles plantaram a Igreja e a regaram com o próprio sangue. Por diferentes meios, os dois congregaram a única família de Cristo e, unidos pelo martírio, recebem em toda a terra igual veneração. Rezemos de modo especial pelo Papa Francisco, sucessor de Pedro.
_____________________________________________________________

E ABENÇOA TODAS AS PESSOAS QUE O VISITAREM!